OLEO DE PRÍMULA 500mg

OLEO DE PRÍMULA 500mg

Estoque: 50 Marca: Alphinia

/ 50
Simulador de Frete
- Calcular frete

BENEFICIOS:

Sendo rico em ácido linoléico, o óleo de Prímula é muito importante na formação da membrana lipídica, aumenta a penetração na pele e a restauração da função de barreira de

água na epiderme. Além de combater a hipertensão, o excesso de colesterol ruim e de glicose. O ácido gama-linolénico (GLA) reduz a perda de água através da pele e aumenta a tolerância à exposição dos raios ultra-violeta. Além de produzir prostaglandinas (PGE1), benéficas para a tensão pré-menstrual, doenças benignas no seio, regulação do nível de colesterol sanguíneo, agregação plaquetária, regulação da pressão sanguínea, obesidade e doença atópica. O uso do Óleo de Prímula é bastante amplo nas áreas Cosméticas, Farmacêutica e Saúde. Atua normalizando e rejuvenescendo peles sensíveis e delicadas. É indicado para tratamento de eczemas, psoríase, escleroses, hiperqueratoses e envelhecimento cutâneo. Auxilia no combate a anorexia e no tratamento de artrite reumática. Outras indicações do Óleo de Prímula incluem casos de cirrose descompensada, neuropatias diabéticas, tensão prémenstrual (TPM) esquizofrenia (coadjuvante). O Óleo de Prímula possui excepcionalmente alto índice de ácido linoleico (Ômega 6) e contém o tão importante ácido gama linolênico (GLA). Oferecendo ao organismo elementos construtivos essenciais, contribuindo no seu bom funcionamento e bem estar, especialmente na velhice, ou no envelhecimento prematuro provocado por certas enfermidades. As prostaglandinas de série E1 (PGE1) são substâncias tipo Hormônios, com propriedades anti-inflamatórias, que exercem efeito regulador dos hormônios sexuais femininos, estrógenos, progesterona e prolactina, e têm efeito positivo sobre elasticidade cutânea (importante função da pele). Podem também agir como afinadores do sangue e como vasosdilatadores. Parecem também ter alguma influência na moderação dos neurotransmissores no cérebro jovem (sobretudo, serotonina e dopamina), provocando mudanças positivas no estado de ânimo e no impulso de hiperatividade motora. O ácido gama-linolênico (GLA) reduz a perda de água através da pele e aumenta a tolerância à exposição dos raios ultravioleta; combate coronariopatias (reduz o colesterol LDL e aumenta o colesterol HDL), infecções virais, mal de Alzheimer e acalma crianças hiperativas. O GLA é encontrado em quantidades pequenas, porém importantes, no leite materno. O fato constitui mais um argumento a favor do aleitamento materno, sabendo-se, além disso, que a restrição

 

Indicação:

- Distúrbios menstruais como a TPM, cólicas menstruais e a endometriose;

- Auxiliar no tratamento do eczema, uma doença alérgica de pele;

- Auxiliar no tratamento da artrite reumatóide;

- Pode minimizar os danos nervosos causados pelo Diabetes (neuropatia);

- Diminui a inflamação decorrente da acne, rosácea e de lesões musculares.

Dica da Farmacêutica:

 

 

Sempre que tomar as cápsulas de óleo de prímula, lembre-se de tomar com bastante água para evitar o engasgo e a obstrução da garganta e do trato digestivo.

 

Embora o óleo de prímula seja comercializado na forma líquida, as cápsulas gelatinosas podem ser mais convenientes para tomá-lo.

 

Tome o óleo de prímula, ou outras fontes de AGL, junto com as refeições para aumentar a absorção e consequentemente o efeito do tratamento ser melhor.

 

Modo de Usar: Tomar 1 cápsula três vezes ao dia ou conforme indicação.

 

Advertências:

1.Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.

2. Imagens meramente ilustrativas.

3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.

4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.

5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

9. Embora não existam contraindicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.

10. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

11. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.

12. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.

13. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO"

Referências Bibliográficas Revista Muscle in form número 28, ano 5. Regina C. A. Lago - Pesquisadora Embrapa. BATISTUZZO, J.A.O., ITAYA, M., ETO, Y. Formulário Médico Farmacêutico. 3ª ed, São Paulo: Pharmabooks, 2006. FERREIRA, A.O Guia Prático de Farmácia Magistral. 3° ed, São Paulo: Pharmabooks, 2008. D´IPPOLITO, Fitoterapia Magistral – ANFARMAG, 2005.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também